terça-feira, 22 de setembro de 2009

Sensações...

Há muitas sensações boas na vida. Aquelas que sinto quando acabo uma consulta a roçar a perfeição não são as melhores, mas estão no top ten! Ai se estão!

Estou...

...de férias! *

*Ok... é so até Segunda-Feira, tenho quinhentas coisas para pensar do trabalho, tenho que ir a Coimbra e voltar à Terceira neste período, tratar de quinhentas coisas em Coimbra e preparar uma formação para dia 1. Mas, porra, estou de férias!

domingo, 20 de setembro de 2009

Preciso de...

...férias.*

* Ou de um fim-de-semana completo.**
** Ou de semanas de trabalho normais, sem dezenas de horas a mais.

Prós e contras de viver na Terceira #6

Um enorme contra de viver na Ilha de Jesus* é o facto de, também por cá, haver democracia. Assim sendo, e como não é de supor que Ferreira Leite suspenda a democracia nos próximos tempos, ocorrem, e ocorrerão, escrutínios democráticos por terras terceirenses. E pergunta o leitor: será este escriba um pestilento opositor da democracia? Não, precisamente por apreciar a democracia é que se torna dolorosa a convivência com determinados fenómenos. Naturalmente, não sou ingénuo ao ponto de entender que só na Terceira é que as pessoas se candidatam para ter mais dias de férias, para aparecer num cartaz ou para galgarem degraus na ridícula escada para algures. Claro que não. No entanto, a proximidade com tudo isto, e o facto de ter de manter os olhos e ouvidos abertos para poder sobreviver, torna tudo tão evidente, tão pegajoso, tão pornográfico que irrita... E faz-nos perder a inocência em relação a muita, muita coisa!

* Ou na Ilha Terceira ou na Ilha do Ovo Cósmico, consoante as versões.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

E se fossem duas Marianas, o que seria?...

Até tinha graça, se não tivesse acontecido mesmo

Sistema Nacional de Saúde?... Sustentabilidade da Segurança Social? To TGV or not to TGV? E, pergunto eu, para que é que isto tudo interessa?... Depois de observar as acções de campanha de Manuel Moniz (MPT-Açores) e Pedro Marques (MEP-Açores) facilmente se percebe que as prioridades do País são outras. Se não fosse assim, como explicar que o primeiro tenha feito campanha contra o excesso de peso nas mochilas dos miúdos e distribuído mezinhas aos transeuntes ou que o segundo tenha colocado às pessoas a jogar à macaca para explicar o que é a Democracia. Só pode ser isso. Ou então, são só ideias imbecis e uma demonstração cabal da falta de capital humano que pulula nos meandros políticos nacionais.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

"Não gosto do Queiroz... Está muito arrogante!"*

Serão doméstico, Domingo à noite, num certo lar terceirense. Um casal conversa, enquanto, em fundo, se vislumbra o Sporting - Paços de Ferreira no pequeno écran:

Jovem esposa, após um lance mais interessante do encontro: Não consigo compreender porque é que o Carlos Queiroz não dá mais protagonismo ao João Moutinho na selecção portuguesa...**
Jovem marido (em pensamento): Embrulha, Rui Santos! Dá-lhe tempo, dá-lhe tempo!

* Ai está, sim senhor!
** Importa acrescentar que, antes deste comentário, tinha-se ouvido algumas considerações bem apropriadas sobre o cruzamento (tão ou mais interessante do que o cabeceamento do lusitano Liedson) que originou o único golo do Sporting.

Que saudades do Zandinga..

A Liga portuguesa começou há uns tempos, mas aproveito para elencar algumas questões fundamentais que no final do campeonato serão devidamente respondidas. No entanto, tal não significa que não possamos tentar adivinhar...

- Quantos jogadores venderá o Porto por mais de 15 milhões de euros?
- Quem será o próximo jogador brasileiroa aprender o hino nacional?
- Em quantos jogadores o Porto obterá uma margem de lucro superior a 235050%?
- Quantas dezenas de empresários vão lucrar com todos os negócios do Porto?
- Quantas dezenas de milhar de cigarros fumará Rui Costa?
- Quantos jogadores arruinarão a sua carreira após passarem pelo Benfica?
- Quantos cabelos brancos me causará a carreira da Académica?
- Quantas ataques de tédio causará o Rui Santos nas suas análises ao Domingo à noite?
- A quantos jogos resistirá Paulo Bento?
- Quantos restaurantes brasileiros irão à falência com a partida de Rochemback e Celsinho?
- A quantos clubes portugueses se oferecerá Jardel?
- Quantos milhares de euros serão encontrados na mala do carro do presidente da Académica?...

Place your bets! Quem adivinhar ganhará o direito a um jantar a três com o Rui Santos e com o Luís Freitas Lobo...

Então?... Porque é que não tens escrito no blog?

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

É que tens cá uma graça...

Senhor trabalhador do call center da TAP: Vou agora confirmar o seu email, senhor Filipe...
Sr. Filipe: Ok.

Senhor trabalhador do call center da TAP: p de portugal, s de sapato... pronto é filipe mas mal escrito! psilipe, certo?
Sr. "Filipe mal escrito", em pensamento: E se fosses para o c...
Sr. Filipe: Sim. É isso mesmo!

Viva a tropa ou o que seria do mundo sem Internet?

Tal como muitas pessoas por esse mundo fora, este escriba não nutre grande admiração e interesse pela vida militar. Realmente os camuflados militares ou as armas nunca despertaram em mim nenhuma espécie de interesse, ao ponto de a dispensa da inspecção militar ter tido o mesmo significado para mim do que um caso Freepor'* para o PSD, ou seja, uma imensa alegria. No entanto, atendendo a que devemos à tecnologia militar o florescer da Internet, e ao observar a chegada da campanha eleitoral para as autárquicas terceirenses às lides electrónicas, apetece-me declamar uma ode à tropa e a tudo o que esteja camuflado ou remeta para a vida militar. Se não existisse no Homem uma incapacidade primária de não ceder aos instintos mais primários e destrutivos geradora da necessidade de se superar com equipamento adequado, o que seria da Internet? Se não houvesse Internet, como seria possível aceder a estas duas pérolas?... Convido-vos a topar e elencar alguns pormenores: do quasi-autarca que sabe quantos habitantes existem por metro quadrado na freguesia ao outro que acha que o cemitério é o espelho de uma freguesia.




Sr. Fernando (quasi-Presidente da Junta da Ribeirinha)




Sr. Xavier (quasi-Presidente da Junta de Santa Bárbara)

* Utiliza-se a terminologia utilizada pelo nosso primeiro-ministro, atendendo às suas propaladas qualificações em Inglês Técnico.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Isto pode explicar muita, muita coisa!

Síndrome de Couvade/Gravidez por simpatia


A síndrome de Couvade consiste na apresentação de comportamentos similiares a uma mulher grávida por parte de um homem, perto da data de nascimento do seu filho, incluindo dores.

Também conhecido por gravidez por simpatia,o fenómeno é pouco compreendido embora frequente e não existe uma base fisiológica conhecida. Podem estar presentes sintomas como indigestão, apetite aumentado ou diminuído, ganho de peso, diarreia, obstipação, dores de cabeça, etc.

Em casos extremos estes pais podem desenvolver uma barriga similar a uma mulher grávida de 7 meses.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Fosse tudo na vida assim tão simples

Aqui há uns tempos, o Vaz encontrou a resposta para uma das questões que me tem assaltado desde que se percebeu que o feijão, afinal, era uma feijoa *.

"Como a palavra Académica é muito difícil de dizer, ensinam-na a dizer "Briosa", e depois explicam-lhe que é a mesma coisa que Académica".

Simples e eficaz.


* O momento exacto foi quando a obstetra, utilizando aquilo que pensamos ser jargão técnico dos médicos terceirenses, proferiu a seguinte expressão durante a ecografia: "não está aqui nada ao pendurão!"