quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Caríssimos visitantes...

... alguém que me vote na enquete que está à direita! Ver se dá para chegar às dez almas! Vá lá... Vocês conseguem!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

E a grande questão da semana é...

... aquela que consta na fantástica sondagem do Geometrias Variáveis, com alto patrocínio do Blogger*. Qual foi a coisa mais ridícula da última semana? Terá sido, hipótese 1, a exibição de Isabel Alçada no novo programa do Canal Panda ("Bora infantilizar todos os alunos deste país! Boa?!"), a ideia peregrina de expor todo o futebol português ao ridículo quando Gilberto Madaíl propõe ao Real Madrid cravar Mourinho por uma "pisquinha" de tempo ou a ameaça pseudo-narcísica do Benfas de, qual Luís de Matos da bola, de fazer desaparecer a sua massa adepta dos jogos fora**?

Façam os vossos votos, enquanto Ricardo Rodrigues não me roubar o computador. Aproveitai.

* Uma vez que caso a ferramenta das sondagens não existisse em formato de pré-definição, nunca na vida o meu analfabetismo em HTML me permitiria fazer uma brincadeira semelhante.

** Imagino os dilemas que isto causará, de forma indecente, nos milhares de emigrantes que ainda estão de férias, em Setembro... Não, não estou a brincar. Acho mesmo indecente.

Uma Aventura no Jardim de Infância *


Realmente as "vinte e quatro horas do dia" servem para fazer muita coisa... até vídeos idiotas. Depois desta exibição, acho que até o João, o Chico, o Pedro, as gémeas Teresa e Luísa, o Faial e o Caracol coraram de vergonha.


Já se aperceberam das semelhanças da postura da Senhora Ministra com a caricatura que o saudoso Vasco Granja aceitou personificar de si próprio na mítica Herman Enciclopédia?...


* Este vídeo despertou em mim aquela estranha sensação que surge quando sentimos vergonha por outra pessoa, mesmo por alguém que não conhecemos de lado nenhum... O que é sintomático, penso eu...

domingo, 19 de setembro de 2010

Estes senhores...

... não conhecem a Siena, felino que reside cá em casa. A Siena está, mais ou menos, para o mundo dos gatos, como Chuck Norris está para o mundo dos humanos. A Siena, tal como Chuck Norris, não respira; simplesmente, aprisiona o ar nos seus pulmões. Não dorme, espera. A Siena, se quisesse, praticaria o yodeling em qualquer ser humano, no espaço de um par de segundos, mesmo no próprio Chuck Norris. Felizmente, nunca tal lhe passou pela cabeça...


Escusado será dizer que, quando tentei praticar o yodeling com a Siena, ganhei uma bela ferida no interior do nariz. Que me está a doer... Começo a desconfiar que a kriponite não passava, no fundo, de bolas de pelo da Siena.

R.I.Q.U.E.Z.A.S.

Hoje deu-me para ter saudades destas almas... Hoje deu para me lembrar que terminei a licenciatura há cinco anos... Hoje deu para me sentir esquisito... Hoje deu-me para a nostalgia... Espero que isto passe amanhã.

É só para lembrar...

... que um retrato deste senhor deveria constar na definição de "desfaçatez"* no Dicionário Ilustrado da Língua Portuguesa. Sim, este senhor furtou dois gravadores a jornalistas. Sim, este senhor utilizou justificações e subterfúgios pseudo-legais desprovidos de sentido para justificar o seu acto. Sim, este senhor não demonstrou uma ponta de arrependimento e de culpa por aquilo que fez. Sim, este senhor continua a representar todo e qualquer um de nós na casa da Democracia. Não, ninguém se devia conformar com esta situação. Sim, temos um país "esquisito"*.



* Para não dizer outra coisa...

Saber fazer contas...

... sucks. Cada vez é mais fácil constatar que se psilipe e família fossem discípulos do Governo na forma como gerem os seus (parcos) capitais, o Alfa Romeo Giulietta* já poderia estar na garagem. Porque raio é que sabemos fazer contas?!


* Fora de brincadeiras, este automóvel é uma coisa do outro mundo... no bom sentido, claro, como diria alguém que conheço.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Palavras para quê?...

Questionada sobre a forma como lidava com a morte ilegal do touro, nas festas de Reguengos de Monsaraz, uma jovem senhora proferiu a seguinte pérola:

“Não me faz confusão porque já estamos habituadas… E é tão bonito! É arrepiante! Sentimos a banda a tocar, o touro a matar. É uma emoção tão bonita que nós não conseguimos ver a festa de Monsaraz sem isto…”

Esperemos, para o seu bem, que não instituam a tradição de limpar o sarampo a pessoas com a graça de Adelaide Paixão, nome pelo qual responde a insigne entrevistada. Era gaja para mudar um pouquinho de opinião, quer-me parecer.

She's back!

Aqueles que têm acompanhado a saga do Geometrias Variáveis (sim... é verdade... continuo a agradecer a vossa piedade!), recordar-se-ão do fenómeno Fernanda Durão, a senhora que defendia que a Terceira seria a terra natal dos primeiros faraós, teoria que justificou uma reportagem na Sábado, há uns tempos atrás... Tal foi abordado aqui, aqui e aqui.

Eis senão quando, como se a dose de ridículo não fosse, já, sobrehumana, fiquei a perceber, há uns dias, que a senhora está na Terceira a realizar escavações para descobrir uma pirâmide...

Espero conseguir descrever os próximos episódios nesta saga nos próximos tempos... E sim. Isto é de doidos.

domingo, 12 de setembro de 2010

E não é que também tivemos um nine eleven?...

Reportagem muito bem escrita, publicada no Público no fim-de-semana. Não deixa de ser interessante como apropriamos as tragédias alheias, desconhecendo aquilo que se passa em Portugal. Desconhecia este acidente ferroviário, em Alcafache, na Beira Alta. Penso que não serei o único, cuja descrição é arrepiante. Vale a pena ler.

O 11 de Setembro de Alcafache foi há 25 anos - Sociedade - PUBLICO.PT

Falando na Mata do Buçaco...

... vamos ao Luso!

A propósito das Sete Maravilhas...